Babi.JPG

Babi

Sou carioca, capricorniana, fotógrafa. A vida inteira, morei na Zona Sul do Rio de Janeiro, fiz cursos de teatro no Tablado e CAL, fui  filha da PUC (Arquitetura e Design) e praieira de carteirinha até embarcar, em 2014, na aventura de desvendar a fria Nova York.  Ao longo desses anos foram muitas as descobertas e sinto que estão apenas começando, há muito mais pela frente...

Criei o Dicas Bárbaras para estreitar a distancia entre amigos, família e novos amigos espalhados pelo mundo. Aqui o importante é compartilhar experiências, conhecimento e sonhos...

 

colaboradoras

 

Nanna

Eu sou o que eu escolho... viciada em sonhos, apaixonada pelas palavras. Uma identidade multifacetada, muitas ideias e inúmeros caminhos para construir, caminhando... Desde cedo escolhi escrever, inicialmente, para uso interno, até que decidi compartilhar minha imaginação e traduzir minhas ideias e emoções em histórias.

Adoro contar histórias e inventá-las é uma deliciosa mania. Escrevi romances para adolescentes e meu primeiro romance para adultos...  No momento escrevo meu próximo romance e nos intervalos compartilho aqui algumas reflexões. A ideia é, quem sabe, iniciar um diálogo... Vai que acontece...

 

IMG_4850.JPG
 
20258093_10211915090366143_7947566382436191229_n.jpg

BABI BORGES

Sou carioca, viciada em descobertas...e chegar a um lugar desconhecido é uma emoção inenarrável que vou adorar compartilhar aqui no blog. Sou apaixonada por idiomas e larguei a carreia no marketing para dar aulas de inglês, fazer traduções e colocar o pé na estrada...

Acho que posso dar dicas bárbaras sobre os lugares por onde andei. Ah, sou melhor amiga da criadora do blog e Dinda da Gigi.

 

Flávia Armayones

Eu sou a Flávia, a mãe do Antônio, e também..

Sou jornalista, instrumentadora cirúrgica, designer, empresária, conselheira das amigas, detesto cozinhar, me convida pra jantar na sua casa, eu levo o vinho e sou excelente ouvinte.  

Cada mulher tem um pouco do mundo dentro de si. Ok, acho que exagerei nessa de ter o mundo em mim. A verdade é que a cada estrada eu me reinvento. 

De todas as Flávias que escolhi viver, a que mais me representa é a mesma que te escreve. Aquela que faz você se sentir abraçada através das palavras.

Pega uma xícara de chá, senta aqui comigo que eu quero te escutar. 

Screen Shot 2018-10-19 at 8.43.04 PM.png