Diário de Grávida - Semana 23

Olá! Após alguns dias offline, estou de volta para compartilhar um pouco da minha vigésima terceira semana de gravidez. 

Nossa pequena Georgia cresce a cada dia, seus chutes e cotoveladas são sentidos a qualquer hora. Acho incrível como às vezes consigo distinguir as partes do corpo que ela está movendo, ou quando depois de muito agito, dá uma bela espreguiçada.

Nas próximas semanas tenho mais visitas aos médicos que me acompanham. Para quem não sabe, um dos meus últimos exames apresentou uma discreta alteração na tireóide, hipotireoidismo. Por isso eu andava tão cansada e com muito sono,  o que não é comum no segundo trimestre.

Acordar era uma tarefa difícil, e depois de acordada minha disposição para as tarefas do dia era zero....  Durante o dia meu percurso preferido era da cama para o sofá... parecia que o primeiro trimestre não chegava ao fim; os enjoos já tinham ido embora, mas o cansaço não me abandonava. 

Foi muito bom quando a alteração hormonal foi detectada no meu segundo exame de rotina.  Eu nunca tive problemas de tireóide. E o hipotireoidismo tão logo diagnosticado deve ser tratado imediatamente, pois pode resultar em aborto espontâneo ou atrapalhar o desenvolvimento mental do bebê.

Por conta disso iniciei o acompanhamento com uma endocrinologista indicada pela minha médica, que imediatamente iniciou meu tratamento com a dose mínima, posteriormente aumentada a partir de novos exames.

O tratamento é bem simples, eu repito os exames todo mês em ambos os médicos para garantir que o medicamento está mantendo tudo sob controle. Eu tomo um comprimido todos os dias em jejum, 2 horas antes do café da manhã. Para evitar enjoos pela manhã, adoto a seguinte estratégia: coloco um despertador para tomar o remédio e volto a dormir, assim quando acordar posso tranquilamente preparar minha primeira refeição. 

Depois que iniciei o tratamento, minha disposição melhorou muito! E se eu começo a me sentir indisposta novamente, sei que deve estar na hora de trocar a dosagem do remédio. 

Não se sabe como vai ser após o parto, terei que fazer um acompanhamento mensal durante um tempo para saber se o hipotireoidismo será permanente ou se manifestou apenas durante a gravidez. 

Atenção, mamães com o mesmo problema! Não se desesperem...
O hipotireoidismo é tratável e basta seguir todas as recomendações médicas para que seu bebezinho cresça saudável. 

Outra situação que tem se modificado bastante refere-se ao controle da minha bexiga. Tenho a sensação de que mais algumas semanas, me descontrolo completamente rsrsrs... Basta beber um pouquinho e com as mexidas da pequena... só me resta correr para o banheiro. Inconveniente, né!!! Uma simples ida ao mercado poder ser um grande transtorno!!!

De todos os acontecimentos esperados durante a gravidez, o único que ainda não bateu a minha porta foi a fome incontrolável. Eu faço em média três refeições completas e alguns lanchinhos entre elas, geralmente frutas, de preferência abacaxi! Estou apaixonada pelo abacaxi... e pensar que eu antes não dava a menor bola pra ele... nos reconciliamos!

Georgia está pesando 500g e mede 28cm, e por isso qualquer um de seus movimentos não passa despercebido! Sem falar que interagir com ela é o maior barato! Ela já pode nos ouvir e reage a cada música que canto ou aos carinhos na barriga. O curioso é que há algumas semanas atrás, quando os cachorros latiam, ela ficava agitada. Eu ficava imaginando que os latidos a   acordavam ou a assustavam. Agora parece que o barulho não a incomoda mais, se estiver dormindo, ela não dá a menor bola pros latidos. Tomara que continue assim depois que estiver aqui fora!

A gravidez tem se tornado cada vez mais fácil e prazerosa, semana que vem entro na última semana do quinto mês. O segundo trimestre é de fato, melhor do que o primeiro, são várias descobertas e novidades a cada dia. E que venham as novidades do terceiro trimestre!

Facetune_12-02-2018-20-21-26.JPG
IMG_1478.JPG