Primeiros Sintomas

Olá, como prometido, agora estarei aqui toda semana, Terças e Quintas! E o segundo post da nova categoria é sobre o comecinho da gravidez, os primeiros sintomas.. 

Na semana que descobri que estava grávida eu estava com muita cólica, e por isso achava que era minha menstruação que estava para descer, mas não foi bem assim rsrsrs.. Passei alguns dias com cólica, mas bem levinha e a médica disse que era a fase que o embrião se instala na parede do útero. Bem eu descobri com 4 semanas, então foi super cedo. Por um lado é ótimo, pude começar a me cuidar antes, mas o difícil mesmo é controlar a ansiedade de ver a barriga crescer, ver o bebê, escutar o coração, tudo ainda estava muito distante pra mim. 

Na minha primeira visita ao médico, estava com 4 semanas, fiz um monte de exames de sangue e uma ultrassonografia que não deu pra ver nada, só o saco amniótico, que é onde o bebê se desenvolve e NADA MAIS! E daí marcaram minha próxima visita para quando estivesse na 7ª semana. Nunca na minha vida torci tanto para as semanas passarem e poder ver meu bebezinho, o que eu não sabia era que os enjoos iam me derrubar de vez!

Quando entrei na 6a semana e estava contando os dias para a minha próxima visita comecei a ter enjoos, não apenas matinais, mas o dia inteiro. Ficava lendo em livros, aplicativos, Google, tudo que pudesse melhorar um pouco o meu enjoo, mas não tinha jeito, alguns dias nem da cama eu conseguia sair. Liguei pra mãe, irmã, sogra, cunhadas, amigas que tiveram filhos, tudo em busca de algo que me livrasse dos enjoos e nada. Alguns dias eu não conseguia ver TV ou ler, só dormia para tentar esquecer e passar mais rápido. Sofri muito com os enjoos, foram 5 semanas sinistras, não tinha vontade de comer, então tinha que ficar procurando algo que fosse descer e eu conseguisse segurar no estômago. Tomei chá de gengibre, camomila, tudo me falavam pra tentar, eu tentava. O que me ajudou e MUITO foi o santo biscoito de água e sal! Eu deixava um pacotinho na minha mesa de cabeceira e comia de manhã antes de levantar da cama. O lance era comer, esperar uns 40 minutos e aí levantar lentamente. Funcionou na maior parte dos dias, em outros não teve jeito, o enjoo veio e aí era cama!

Na 7ª semana voltei ao médico e escutei o coração pela primeira vez, nossa que emoção! Nem tinha forma de bebê ainda, mas o coraçãozinho estava lá batendo firme e forte! É realmente um sentimento mágico! 

 Parecia um sapinho!

Parecia um sapinho!

Duas semanas após ver meu baby pela primeira vez tive a minha primeira consulta do Pré-Natal. Mais uma vez fiquei em choque ao ver que eles fazem tudo durante a visita, exame de sangue, ultrassonografia, tudo necessário sem precisar ir a outro lugar, o que normalmente atrasa o resultado. Amei a minha médica, ela é Brasileira, do Rio de Janeiro e mora aqui há muitos anos. Realmente foi muito melhor pra mim ter encontrado uma médica brasileira que eu possa falar todas as minhas neuras e tirar minhas dúvidas sem precisar consultar um tradutor, por mais que eu fale inglês direitinho, agora estou aprendendo um vocabulário completamente novo pra mim! Levei meu caderninho de dúvidas e anotações, perguntei sobre alimentos, hábitos, tudo o que eu tinha medo que pudesse fazer mal ao bebê. MELHOR COISA DA VIDA É TER UM CADERNINHO SÓ PARA NEURAS E DÚVIDAS!!!! O meu fica colado em mim, e toda vez que eu penso em algo que não perguntei escrevo lá para lembrar na próxima consulta! Enfim, minha primeira visita ao obstetra que irá me acompanhar foi ótima! Me senti segura e fiquei super animada quando vi na ultra a imagem do bebê, completamente diferente, BEM MAIOR do que a primeira, olha só!

 Impressionante como cresce rápido!

Impressionante como cresce rápido!

Nessa ultra o bebê estava mexendo bastante, dando até um tchauzinho pra gente! Minha mãe foi comigo e ela tinha mais perguntas no caderninho dela do que eu tinha no meu hahahaha! Confesso que ainda estou meio perdida no meio de tantas informações e livros! Não vejo a hora de fazer a minha próxima ultrassonografia e ver a diferença, também não vejo a hora da barriga crescer, de sentir mexer, gravidez é um mix muito louco de sentimentos, mas é uma delícia!

Beijos e até Sábado!

MaternidadeBabifilhosComment